Renato deve ficar ou sair? A sinuca-de-bico do Grêmio


Fonte: Leila Krüger

Renato deve ficar ou sair? A sinuca-de-bico do Grêmio
Não sei se vocês conhecem ou utilizam a expressão "sinuca-de-bico" (assim, com hífens entre as palavras para unificá-las em um significado). Ela significa uma situação difícil, uma escolha crucial, estar à beira do precipício, algo assim, complicado de resolver - ao menos conforme aprendi. E eu acho que Renato Portaluppi, após a sexta (você leu certo, SEXTA) derrota seguida, de fato balança no cargo de treinador do Grêmio gremista, mesmo após o Hepta e a classificação às oitavas da Libertadores da América, ambos improváveis, mas conquistados por mérito. E um bocado de sorte, apesar dos erros de arbitragem contra o Imortal (história antiga) e das lesões que não acabam.

Renato deve ir ("não quero atrapalhar", ele disse na coletiva), ou ficar ("é só olhar meu currículo", ele disse na coletiva)?

Uma dúvida eu não teria: mandar os incompetentes Brum e Vivian embora, que não conseguem fazer boas contratações e sempre estão sem dinheiro para contratar, mesmo com a Libra (74 milhões mais 25 das placas de publicidade adiantadas, não era isso?), recorde de sócios e vendas recentes de jogadores. Desfaria, ainda, a preparação física que não consegue conter as inúmeras lesões, todas graves, de graus II e III, mesmo em jovens. Dos quatro atacantes do grupo, três estão lesionados, exceto JP Galvão - "vaso ruim não quebra"?

A culpa não é toda de Renato Portaluppi, é fato. Ele é um grande treinador e já mostrou isso, é fato, seu currículo fala por ele, como mencionou na coletiva. Mas, agora, o Grêmio precisa de currículo no presente, e não no passado. Em 2023, Luis Suárez carregou o Grêmio nas costas. Em 2024, vinham sendo Soteldo, Diego Costa e Villasanti. E agora? Renato insistiu muito em "nabas" como Ely, Geromel ainda sem ritmo de jogo, Du Queiroz, JP Galvão, Reinaldo (Mayk vinha melhor até se lesionar, por que não volta para marcar e cruzar melhor do lado esquerdo? Ou não contratam um lateral-esquerdo?), Brenno e Grando (com Caíque entrando antes, o Clube de Todos teria ganhado o Brasileirão 2023) e outros. Carballo não disse ainda a que veio. Isso tudo pesa muito contra Renato Portaluppi. Suas más escolhas, seu poderio exagerado dentro do Grêmio, sua arrogância desnecessária em momentos delicados.

Por isso, além de contratações, e não apenas um mísero 9, por melhor que seja, visto que falta grupo ao Grêmio, precisamos repensar se Renato fica. Ele poderia voltar mais lá para frente, sempre volta. Agora, que técnico resistiria à sexta derrota seguida, ganhando cerca de 2 milhões por mês? Quem? Renato Portaluppi tem uma merecida estátua, seu passado no clube não será apagado, mas talvez um de seus ciclos tenha se encerrado. Aí não adianta tentar, já está desgastado com os jogadores e a torcida. Traria Vojvoda, do Fortaleza, por exemplo. Se conseguissem seduzi-lo. Felipão já está em avançada idade e não merece essa "bomba".

Então, Renato fica ou vai embora? Sinuca-de-bico.

Não é só ele, como falei, mas preparação física, DM, reforços de qualidade, criatividade e eficiência na direção. Você daria mais uma chance a Renato, que pediu paciência? Apenas mais um jogo? Ainda bem que há os dois jogos a menos, e que é início de campeonato. O Brasileiro dos últimos anos tem apresentado reviravoltas. Enfim, deixo minha opinião sobre Renato Portaluppi: tentaria mais um ou dois jogos, mas com contratações de qualidade indiscutível anunciadas em até dez dias. Depois, não sei se dá para esperar. Aí é só pelos 47 pontos. Ou, talvez, um G6 ou até G4, já que essa é a competição mais maluca que conheço: não se podem prever resultados, vencedores nem rebaixados com tanta certeza. Assim como Renato Portaluppi, imprevisível, deus ou diabo em poucos dias.

VEJA TAMBÉM
- Grêmio terá limite excedido de estrangeiros para competições nacionais.
- Grêmio gasta R 50 milhões de reais: nenhum volante marcador
- Salário de Matías Arezo no Grêmio: Valor e detalhes no contrato.






Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

17/7/2024





























16/7/2024