Emoções à flor da pele: torcedor do Estudiantes relembra histórico duelo com Grêmio


Fonte: -

Emoções à flor da pele: torcedor do Estudiantes relembra histórico duelo com Grêmio

As histórias do violento empate em 3 a 3 com o Estudiantes pela Libertadores de 1983 sob a ótica dos jogadores e torcedores do Grêmio já são bem conhecidas. Mas a verdade é que o jogo que ganhou o apelido de "Batalha de La Plata" não foi histórico só para a equipe gaúcha. Jorge Herrera, um aficionado do Pincha, se emociona ao lembrar dos momentos vividos no estádio há 41 anos. E cita com carinho a rivalidade criada com o Tricolor. Grêmio e Estudiantes se reencontram na noite desta terça-feira, 41 anos depois daquela partida épica. O confronto tem contornos dramáticos para o Tricolor, que precisa vencer ou ao menos empatar para seguir com vida na Libertadores. Mas também mobiliza a torcida do Estudiantes e Jorge, que trata com carinho a rivalidade criada com o time gaúcho. Aos 71 anos, ele é a personificação daquele torcedor apaixonado que vive o dia a dia do clube do coração, ano após ano. À época com 30 anos, era dos que estavam no alambrado do Estádio Jorge Luis Hirsch e ajudou a empurrar o time argentino ao empate, com quatro jogadores a menos. Segundo ele, a bronca maior não era com o Grêmio, mas sim com o árbitro. – Naquele momento foi outra coisa, não foi com as pessoas do Grêmio, foi mais com o árbitro. Porque não sabíamos o que se passava, ele deu cartão amarelo para um jogador antes de começar a partida. Aí ele irritava um, irritava outro – recorda o torcedor. O contexto da partida, ao sofrer a virada para 3 a 1 e buscar o resultado com quatro homens a menos, foram os ingredientes perfeitos para fazer daquele um jogo inesquecível para Jorge – e para uma geração inteira de torcedores do Estudiantes. O alambrado, que hoje já nem existe mais, foi o palco da comemoração entre jogadores e torcida, responsáveis por uma sintonia em todos os sentidos naquela noite. Mesmo com o Grêmio se tornando campeão 20 dias depois, são fatos que marcaram a história do clube. – Esse momento foi memorável. Estar perdendo de 3 a 1 e empatar em 3 a 3 com quatro jogadores a menos… A verdade é que choramos. Quando empatamos, Miguel Russo veio aqui no alambrado, muito precário, mas muito querido para nós – detalha Jorge, na mesma arquibancada. A Batalha de La Plata deu origem a uma rivalidade entre os times brasileiro e argentino, na visão do torcedor do Estudiantes. As duas equipes se enfrentaram 10 vezes na história, com cinco vitórias gremistas, dois empates e duas vitórias para os argentinos. Tanto que, durante o sorteio da fase de grupos da Libertadores, Jorge teve uma espécie de pressentimento. Sentiu que, de alguma forma, o Estudiantes iria rever o Grêmio na Libertadores. Será o reencontro depois do duelo pelas oitavas de final dessa mesma competição, em 2018. – Quando estávamos olhando quem iríamos enfrentar, sentimos como se já soubéssemos que viria o Grêmio de novo. Parece mentira – conta. O confronto entre Estudiantes e Grêmio ocorre às 19h (de Brasília) desta terça-feira, pela terceira rodada do Grupo C. Cerca de 32 mil torcedores são esperados no estádio Jorge Luis Hirsch, quase a lotação máxima. Jorge, como há quatro décadas, estará entre eles. – Na Copa Libertadores os jogadores se sentem diferentes, a torcida se sente diferente. Se grita mais do que se grita sempre. É Copa Libertadores – define o torcedor.

Jorge Herrera, no estádio do Estudiantes, em La Plata — Foto: João Victor Teixeira
Jorge Herrera, no estádio do Estudiantes, em La Plata — Foto: João Victor Teixeira

A história do confronto entre Estudiantes e Grêmio remonta a uma partida épica pela Libertadores de 1983, que ficou conhecida como "Batalha de La Plata". O jogo teve um significado marcante tanto para a equipe gaúcha quanto para os torcedores do Estudiantes, entre eles Jorge Herrera, que relembra com emoção os momentos vividos no estádio há mais de 40 anos.

Jorge Herrera, torcedor do Estudiantes, relembra Batalha de La Plata, contra o Grêmio — Foto: João Victor Teixeira
Jorge Herrera, torcedor do Estudiantes, relembra Batalha de La Plata, contra o Grêmio — Foto: João Victor Teixeira


VEJA TAMBÉM
- Grêmio domina e goleia The Strongest no Couto Pereira: confira as notas.
- Grêmio domina no Couto Pereira, arrasa Strongest com golaços e renasce na Libertadores
- Onde assistir ao vivo o jogo de Grêmio x The Srongest pela Libergtadores






Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

30/5/2024

29/5/2024