Grêmio sofre mais gols que ano do rebaixamento, mas produção do ataque sustenta campanha

Renato afirma não dar importância à marca negativa, já que possui o segundo melhor ataque do Brasileirão


Fonte: ge

Grêmio sofre mais gols que ano do rebaixamento, mas produção do ataque sustenta campanha

A derrota do último domingo tirou o Grêmio do G-4 a três rodadas do fim do Brasileirão. O principal motivo das oscilações na competição é a defesa. A equipe já sofreu mais gols na atual edição que no ano do último rebaixamento. Mas desta vez o ataque mantém o time na parte de cima da tabela e ainda com chance matemática de título.

+ Alô, torcida tricolor! O ge Grêmio está no WhatsApp!

Diogo Olivier fala sobre derrota de Grêmio para o Atlético-MG por 3x0

Em 35 jogos do Campeonato Brasileiro, o Tricolor foi vazado 53 vezes. O número assusta. No ano da queda à Série B, em 2021, sofreu 51 gols e acabou na 17ª posição. Se pegarmos os dados de toda temporada, o time de Renato levou 70 gols no total de 61 partidas.

O Grêmio tem defesa de Z-4 no Brasileirão. Dono da quarta pior, está à frente apenas de América-MG e Coritiba, já rebaixados e que sofreram 74 e 69 gols, respectivamente. Além deles, o Santos, 14º colocado, levou 56.

Veja também: + Renato volta a colocar em dúvida permanência em 2024 + Nathan Fernandes pode ganhar chance como titular

Por outro lado, a equipe tem o segundo melhor ataque – era o primeiro antes da 35ª rodada –, com 57 gols, somente um a menos que o líder Palmeiras. Se juntar todas competições que o Tricolor disputou na temporada, a equipe marcou exatos 100 gols até o momento.

Prefiro ter a pior defesa do campeonato, mas ter o melhor ataque.
— Renato Portaluppi, técnico do Grêmio
Kannemann e Hulk; Atlético-MG x Grêmio — Foto: Gilson Lobo/AGIF

Kannemann e Hulk; Atlético-MG x Grêmio — Foto: Gilson Lobo/AGIF

Após a derrota para o Atlético-MG, Renato evitou fazer comparações com o ano do rebaixamento, pois não era ele quem comandava a equipe. O treinador valoriza o desempenho atual e argumenta que o Grêmio sempre esteve entre os primeiros colocados no campeonato.

– Em cima dos teus (repórter) números tem que completar que o Grêmio está entre os três melhores ataques. O Grêmio caiu e eu não estava aqui, não tenho que falar disso. Na época que caiu deveria ter um dos piores ataques talvez. Bem diferente desse ano. O Grêmio briga na parte de cima da tabela desde o início do campeonato – disse Renato.

Ainda na mesma resposta, Renato procurou explicar o motivo de levar tantos gols. A filosofia de jogo passa por um time ofensivo e, para ele, a exposição da defesa é consequência disso. Contra o Galo, a equipe criou algumas chances de gol, mas não foi eficiente.

– Treinamos para não sofrer gols, mas a gente se expõe porque é um time ofensivo. A gente cria, tem um bom ataque, faz bastante gols. Hoje não funcionou. Prefiro ter a pior defesa do campeonato, mas ter o melhor ataque. Não adianta a defesa ter 20 ou 15 gols sofridos e o ataque fazer sete gols. A gente treina, conversa, corrige, mas ficamos expostos, como aconteceu hoje no segundo tempo. O que precisamos fazer é aproveitar melhor as oportunidades – completou o técnico gremista.

Seleção Sportv analisa duelo entre Atlético- MG x Gremio

Na derrota para o Galo, o Grêmio seguiu a sina ao jogar fora de casa no Brasileirão. Isto é, o time sofreu gols todas as vezes que atuou como visitante nesta edição do certame. Em 18 jogos, levou 38 gols. Em casa, o desempenho é melhor, com sete partidas sem ser vazado.

A questão é que resta pouco tempo para Renato corrigir os problemas da defesa. Na manhã desta terça, o grupo de jogadores se reapresenta no CT Luiz Carvalho para continuar a preparação para o duelo contra o Goiás, que acontece na quinta, às 19h, na Arena.

?? Ouça o podcast ge Grêmio ??

+ Assista: tudo sobre o Grêmio no ge e na TV

50 vídeos


VEJA TAMBÉM
- GOOOOOOOOOL! Villasanti marca o segundo do Tricolor
- GOOOOOOOOOL! Renê abre o placar com gol contra
- Tricolor escalado para o clássico contra o Internacional





Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

25/2/2024